Autor Tópico: Compra de Refractor Apo  (Lida 1461 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline NMonteiro

  • Mensagens: 3
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Compra de Refractor Apo
« em: Maio 13, 2006, 02:31:29 pm »
Boa tarde a todos,
não tenho bem a certeza se será aqui que deveria colocar esta dúvida ou na secção geral, mas se não fôr aqui pedia aos moderadores,por favor , que a mudassem para a secção certa, mas gostava mesmo de uma opinião mais conhecedora, já que pretendo iniciar-me e aindo sou muito leigo na matéria.
Pretendia comprar um telescópio e inclino-me (depois de muito lêr) para os refractores, como o dinheiro é sempre um limite, não pretendia gastar para já mais do que 2500€. Como tal selecionei dois modelos que me parcem bastante semelhantes, com diferença apenas nalguns pormenores. A minha dúvida reside principalmente na marca qual a mais fiável e de melhor construção. E se tiverem conhecimento acerca dos modelos em causa também agradeço outros comentários. Sem mais demoras são eles: Celestron da série advanced, o C100ED-RGT e o Orion SkyView Pro ED100 APO EQ Intelliscope.
Ambos são semi-apocromáticos e têm sistema computorizado GO-TO.
Agradeço desde já todos os cometários

Cumprimentos
Nuno Monteiro

Nota do Moderador : Bemvindo  :wink: Depois quando puder, faça uma apresentação no post Apresentação de Utilizadores na secção Galactica Caffé  :wink:  http://albedo.gem51.com/viewtopic.php?t=10
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por NMonteiro »



Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Maio 13, 2006, 02:43:11 pm »
Boas NMonteiro.
Antes de mais, bem vindo ao forum :wink:

Não sou a melhor pessoa p o ajudar, mas p facilitar, deixo aqui um link de cada um dos equipamentos q referiu:

:arrow: Celestron
:arrow: Orion SkyView

Boa sorte :wink:
Cumps
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #2 em: Maio 13, 2006, 11:02:24 pm »
Viva,

Portanto se bem percebi anda à procura de um refractor :!: sem ter tido grande experiência com telescópios.. E quer logo começar com um sistema GoTo (ou parecido), que lhe permitirá sem grande esforço admirar um monte de objectos celestes mais conhecidos..
Parto do princípio que não tem ainda nenhuma montagem equatorial..

Gostava só de saber mais umas coisas: vai ser para fotografia, ou para uso visual?
Em geral, um sistema GoTo é mais caro que uma coisa do género do inteliscope, uma vez que o inteliscope não precisa ppropriamente de motores..
Bom seja como for, dá jeito, um motor no eixo de Ascenção Recta da montagem.. para poder ir seguindo sem andar constantemente a rodar o manípulo (mais indispensável ainda se desejar perseguir a astrofotografia :)
Em termos de gosto pela astronomia, você vê-se com entusiasmo em mover a montagem sozinho e controla-la manualmente, ou prevê que isso seja massador? Um sistema GoTo, após alinhado, vai ter sozinho ao alvo, enquato que o intelliscope, somos nós que apontamos (eu gosto mais desta última alternativa, porque mexo eu próprio nas coisas, em vez de só carregar em botões)..
Fora isso, considerando só a parte óptica, entre o ED da Celestron e da Orion, não faço idea o que será melhor.. Eu talvez me inclinasse mais para o da Orion.. Mas era mais pelo aspecto, e porque foi um "Hot Product" de uma revista.. Acho o Celestron demasiado preto e feio..
Se estiver indeciso em tudo, olhe para os acessórios que trás e veja se o focador é de cremalheira ou crawford, olhe para buscadoes, oculares, e diagonais, Preços, etc..
Uma outra particulariedade do GoTo, é que em geral vêmo-nos à espera que o telescópio fique apontado... Se formos nós a mexer nele (com a prática) costuma ser mais rápido..
Se fôr muito paciente, se se achar com coragem de aprender muito, e se acha que consegue aguentar algumas frustrações temporárias, pode fazer um percurso (meio arriscado) semelhante ao meu, que foi gastar um "pouco" mais de dinheiro num refractor, e comprar uma montagem mais barata sem GoTo, só com motor em AR.. Mais tarde, quando o dinheiro voltar ao de cima, e a paciência já tiver decrescido, comprar-se uma motagem melhorzita..  Claro que o ideal seria começar com uma montagem robusta, especialmente se for para astrofotografia.. Mas para uso visual, a minha EQ-5 porta-se às mil maravilhas com os 5Kg de APO (de tamanho idêntico) em cima.

Mas já agora, escolheu logo um refractor porquê? Em geral, quem escolhe à partida um refractor, se fôr para uso visual, costuma ser por causa dos planetas.. 100mm de diâmetro ainda é poucochito para planetas, acho. Mas sendo um F/9, se calhar não é mau de todo.. Se o telescópio fôr bom, e especialmente se não tiver muita experiência em astronomia, vai achar as visões planetárias um espetáculo! (eu gosto do vejo:) ). Mas nesse caso irá precisar também de uma boa ocular de focal reduzida, e/ou uma boa barlow também.

Espero não ter baralhado..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Offline NMonteiro

  • Mensagens: 3
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #3 em: Maio 15, 2006, 01:55:01 pm »
Boa tarde,
muito obrigado pelas respostas, em particular ao Fil, pelos pormenores. Não, não baralhou, visto que, tal como disse, não tenho parado de lêr livros, crónicas na net e reviews de instrumentos, portanto já me familiarizei um pouco com os termos e com o que é melhor para certas situações.
Bom, tentando responder às questões, escolhi um refractor, por duas razões fundamentais: sou descuidado e um pouco preguiçoso, logo queria um telescópio mais robusto e penso que para isso os Refractores aguentam melhor por exemplo uma queda, ou afim, sem exageros claro. E também as opticas estão fixas na montagem, logo não há cá acertos,colimações. Há também a parte de as lentes não sofrerem tanto com as diferenças de temperatura e logo este está mais rápidamente pronto para as observações.
Quanto ao Go-To, é claro que com a experiência abdicaria mais deste gadget, mas no inicio para me entusiasmar mais acho que dará algum jeito.
Uma das coisas que realmente gostaria de fazer era astrofotografia, e como a máquina fotográfica que tenho ainda é grandita( Canon EOS300D) precisava que a montagem aguentasse bem.
Quanto à dedicação tenho bastante tempo livre e motivação para fazer noitadas e me deslocar onde houver melhores condições. além de que tenho uma casa de férias no interior, onde me desloco algumas vezes e onde as condições de observação são bastante boas.

Cumprimentos
Nuno Monteiro
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por NMonteiro »

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #4 em: Maio 15, 2006, 02:59:34 pm »
Acho q está a pensar bem NMonteiro. Nunca é demais ler mts reviews e pedir opiniões sobre equipamentos antes de qq aquisição.
Frisou um ponto mt importante: o entusiasmo. É mt importante ter um equipamento q não tenha uma performance decepcionante sob pena de todo o interesse pela astronomia morrer logo no inicio...
Um bom refractor é sempre preferivel a um reflector pelas caracteristicas q mencionou: a sua robustez, a qualidade das ópticas e a sua manutenção mínima. Tudo isso pesa mais no preço final, mas pelo orçamento q apresenta já pode adquirir um bom telescópio com essas caracteristicas.
Invejo-o pelo privilégio de ter uma casa com excelentes condições p observação. Tb terá uma vantagem com o refractor pela sua portabilidade uma vez q se optasse por um grande reflector dobsoniano isso iria dar-lhe algum trabalho extra dado o seu peso e tamanho e pela necessidade de colimar as lentes q iriam possivelmente sofrer algumas oscilações durante a viagem.
Espero q encontre aquilo e procura e, acima de tudo, q o seu equipamento seja eficiente e não o decepcione.
Cumps :wink:
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #5 em: Maio 16, 2006, 02:29:06 pm »
err.. pois.. Mas num Dob é preciso menos "viagens" para trazer o material todo para a rua, e não há cá mariquices com o alinhamento ao polo :lol: .. Mas pronto, também não há fotos de exposição longa..

Eu não vou comentar a robostez de um refractor para pequenas quedas.. Porque isso não é para experimentar, sequer!!.. ertos elementos ópticos podem-se partir mais facilmente que espelhos (são mais finos)..
Agora em termos de manutenção isso sim, um refractor não precisa de praticamente nada, não conheço uma forma de descolimar um refractor sem ser andar a mexer nos parafusos.. O facto de terem um F/ grande também os torna menos sensíveis a diferenças de temperatura (focagem) (mas aqui é o tubo que contrai ou expande com a diferença de temperatura). O facto de ser um tubo fechado e do diâmetro ser menor, é que elimina o tempo de acomodação à temperatura ambiente, se é que isso faz sentido falar num refractor...

Dedicação e motivação são as melhoras armas independentemente do instrumento para enfrentar os problemas. O facto de ter uma máquina digital, vai ser bom também.. O Ponto positivo é que vai ver resultados logo e aprender rapidamente, e poder melhorar em pouco tempo. Talvez encontre limitações do digital cedo demais, mas são fáceis de ultrapassar, aprendendo mais e mais :) Eu acho isto um ciclo vicioso e viciante..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Tags: