Sistema Solar > O Exterior

Cor Caroli: a bola de Bilhar.

(1/2) > >>

Fil:

No primeiro dia do mês do trabalhador, decidi-me imaginar a olhar para cima. Lá para depois do tecto de casa; depois da atmosfera da outra Nossa Casa; e a seguir mesmo aos limites do próprio Sistema Solar.. Do sítio onde estou, mesmo no Zénite, o mês de Maio entra com a constelação dos Cães de Caça (Canes Venatici). Às 00h00m do primeiro dia do mês, a 46 minutos de arco do Zénite, está Cor Caroli, a estrela mais brilhante da constelação. Tem uma magnitude visual de perto de 2.9 e não é assim muito brilhante visto do nosso planeta.
Na realidade não é bem uma estrela.. É um sistema binário, formado por duas estrelas. A estrela menos brilhante deste sistema tem uma magnitude de 5,5, que é consideravelmente menos que a sua companheira. Estas estrelas estão separadas entre si de 20 segundos de arco, e por incrível que pareça, isto é facilmente observável com uns binóculos! Imaginem duas estrelas em cada lado de uma moeda de 1 cêntimo, do outro lado da rua! A mais forte na cara da moeda, e na coroa outra pintinha de mag 5,5.. A separação angular é idêntica à espessura de uma moeda de 1 cêntimo, vista de perfil, a 14 metros de distância. Dá mais trabalho equilibrar a moeda de 1 cêntimo em cima da pedra da calçada, para fazer a experiência, do que observar o resultado com uns comuns binóculos 10x50 :)

Se observadas com atenção e talvez com uma abertura mais generosa que os binóculos, este sistema binário revela uma cor azulada na sua estrela mais intensa de classe espectral A0, e um branco amarelado na mais ténue de classe espectral F0. É como se um espectáculo de fogo de artifício à escala galáctica tivesse sido pausado a 110 anos-luz de nós, antes de eclodir em mais cores.

Mas os truques na manga destas estrelas não se ficam por aqui. A estrela mais brilhante, é também uma estrela variável, e ela é de tal forma especial que deu o nome à própria classe de estrelas variáveis (Canum Venaticorum). Pensa-se que esta estrela tem campos magnéticos extremamente fortes capazes de criar manchas estelares de tal ordem que isso se chega a medir em um escurecimento em 0,1 magnitudes. Dado que o aparecimento de manchas estelares não é coisa rápida, a variação rápida de brilho em poucos dias é atribuída à rotação das estrelas. Uma variação de brilho de 0,1 magnitudes corresponde a uma variação de 1,096 vezes no brilho. Isto significa que Cor Caroli podia ser uma bola branca de bilhar (diam=57mm), ter uma pinta preta com 2,7mm na superfície, e rebolar na mesa uma volta a cada 5 dias e meio :) Toda a luz que vem dessa bola de bilhar varia em 0,1 magnitudes.. É uma forma lenta, mas diferente, de ver uma partida de bilhar!

Emanuel:
Bom relato, ò Fil! E também tens jeito para filósofo!! :-D

Orion_PKFD:
Aqui fica a dita cuja :P

http://astro-andregoncalves.blogspot.co ... a-cvn.html

Este é o meu blogque fiz a umas semanas, ainda é novinho, mas espero que fique porreiro. Se quiserem ver mais imagens, etc, está a vossa disposiçao. Espero que gostem ;-)

Abraço,
André Gonçalves

Fil:
Eu era para te ter pedido a imagem emprestada para adornar o meu texto.. Posso?

Orion_PKFD:
Sure! ;-)

Navegação

[0] Índice de mensagens

[#] Página seguinte

Ir para versão completa