Autor Tópico: A Desilusão de Deus  (Lida 2332 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline João Clérigo

  • Administrador
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1690
  • Karma: +1/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
A Desilusão de Deus
« em: Outubro 14, 2010, 12:11:46 am »
Olá a todos,

ando a ler agora este livro, "A Desilusão de Deus", de Richard Dawkings, casadasletras.
Pensei então que seria algo interessante lançar aqui a discussão sobre o que cada um pensa da relação religião / ciência e da existência / não existência de Deus, caso alguém se sinta confortável em discuti-lo como é óbvio.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »


Cumprimentos,
João Clérigo

Offline Miguel Lopes

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1810
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #1 em: Outubro 14, 2010, 12:16:24 pm »
Eu sei que o tópico é sobre deus, mas é muito dificil não falar de religião. A meu ver as religiões são como telescópios. Cada uma tem um design óptico diferente para melhor se ver deus, que é uma nebulosa pouco nítida. O problema é embora 3 desses telescópios estão apontados à mesma nebulosa, cada um tem os seus defeitos ópticos e interpreta a nebulosa de maneira ligeiramente diferente. Quem queira conhecer melhor deus, terá de ver por um desses telescópios.
O que me mete impressão é que actualmente a sociedade nem contempla a hipótese de ver directamente a nebulosa com os nossos olhos, sem telescópio. Essa pessoa, que acredita em deus mas não tem religião, chama-se Agnóstico Teísta.

Embora eu tenha tido uma educação católica, tive sempre mais dúvidas do que certezas. Quando tinha 12 anos percebi que era ateu e disse-o à minha mãe, que até levou aquilo bem.

Mais recentemente percebi que não era Ateu, era Agnóstico Apático (ou pragmático), ou seja, não sei se existe alguma entidade superior, mas também não me interessa.

O meu raciocínio é o seguinte: a ciência não pode provar que deus existe. Também não consegui provar que não existe. Portanto resume-se tudo a "fé". Por eu não a ter, não quer dizer que não exista uma qualquer entidade superiora, portanto não posso negar a sua existência.

Agora vem a parte engraçada: mesmo que deus exista, ele pode não ter consciência que nós existimos. Nós podemos ser um subproduto tão insignificante de uma obra muito maior.

A questão sobre deus normalmente é mais complexa do que imaginamos. Estou a terminar um diagrama que mostra as várias hipóteses de identificação religiosa, depois mostro isso.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
"a astrologia é a ciência dos ignorantes, a astronomia é a dos que se sentem ignorantes" - Miguel Lopes

Offline Miguel Lopes

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1810
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #2 em: Outubro 14, 2010, 12:55:20 pm »
Ando com este diagrama na cabeça há uns anos. Aproveitei para colocar isto no papel. Foi feito à pressa, por isso deve conter alguns erros de interpretação. Existem ainda muitas subdivisões, mas o principal está aqui. Link: http://www.lsi.pt/Astronomia/god_01.jpg


Já agora, considero as pessoas que se definem como "Ateus" como sendo tão fanáticas e ignorantes como um evangélico.
« Última modificação: Outubro 14, 2010, 04:03:46 pm por Miguel Lopes »
"a astrologia é a ciência dos ignorantes, a astronomia é a dos que se sentem ignorantes" - Miguel Lopes

Offline João Clérigo

  • Administrador
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1690
  • Karma: +1/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #3 em: Outubro 14, 2010, 03:41:19 pm »
Citação de: "Miguel Lopes"
Ando com este diagrama na cabeça há uns anos. Aproveitei para colocar isto no papel. Foi feito à pressa, por isso deve conter alguns erros de interpretação. Existem ainda muitas subdivisões, mas o principal está aqui.
Já agora, considero as pessoas que se definem como "Ateus" como sendo tão fanáticas e ignorantes como um evangélico.

Pois... não sei se concordo afincadamente com o gráfico... mas mais logo darei mais opinião.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
João Clérigo

Offline dUbeni

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 335
  • Karma: +2/-0
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #4 em: Junho 29, 2011, 05:35:46 pm »
Sei que já passou muito tempo, mas como se costuma dizer mais vale tarde que nunca  ;)
Eu sei que o tópico é sobre deus, mas é muito dificil não falar de religião.
Pois o problema de deus é mesmo esse, só nos ensinam a ver através da religião, e como muitos de nós tive uma educação católica, mas desde os meus 16 aninhos que mudei de ideias, um Sr. que se chama Prem Rawat mostrou-me ou tornou-me consciente dessa energia interior. Se a entidade deus é Omnipotente, Omnipresente e Omnisciente, então está comigo é a energia que me mantem vivo e todo o universo que me rodeia, não sei a que categoria vou parar, mas também não é importante.

Quando tinha mais ou menos 10 anos, no tempo das primeiras missões Apollo, questionei-me soubre o infinito, hehe, pois acabei a sonhar com um Sr. de bata branca a observar o nosso suposto infinito universo num microscópio, por outras palavras tudo isto não passava de uma partícula  ;D

Quando comecei a fazer observações astronómicas tornou-se ainda mais evidente, pois a minha consciência alargou-se a outros universos onde essa energia perdura, pois é! defacto quando olhamos para o céu vemos em tempo real o passado bem distante, de resto, tudo o que vemos neste planeta é no presente.

Ultimamente tenho-me perguntado se os átomos ou as partículas têm memória ou consciência, isto porque o modo como se comportam e a maneira como se organizam é tão consistente e perfeito... talvez não possamos ter uma resposta durante os próximos milénios, mas somos seres conscientes e com memória elaborada por circuitos de energia onde se movem partículas, portanto alguém tem de se lembrar  ;D

Não estou há espera que a ciência prove a existência de deus, mas acredito nessa entidade Omnipotente, Omnipresente e Omnisciente, o que é seria do BigBang sem ela  :P, ainda estou à espera de ouvir o Bang  ;D ;D ;D

Outra das coisas espantosas neste universo é que nada é igual, nunca houve nem haverá nada igual, só há semelhanças que nós seres humanos metemos em caixinhas para organizarmos a nossa mente, tipo seres brancos, azuis e amarelos, ou galáxias espirais, ovais e barradas, ou famílias de plantas ou animais, etc., etc., etc.

Eu sou da opinião de que a história nunca se repete, embora pareça que sim, somos nós que lhe atribuímos essa semelhança.

Bom e depois de tanto blá blá blá acho que sou crente e tenho fé na capacidade do ser humano ser feliz e contente com as suas descobertas e realizações, do mesmo modo que somos capazes de inventar coisas horríveis capazes de danificar o nosso querido planeta, seremos capazes de inventar e cuidar desta bolinha enquanto ela durar, talvez nos dê tempo para mudarmos de casa  ;)

Como diz um dos meus irmãos: ... se alguém nos observar de fora, tudo o que vê são uns seres a fazer manutenção, lavramos, aplanamos, moldamos a terra e construímos para manter o nosso modo de vida nesta terra, até a investigação científica é em prole da nossa continuidade, tudo é manutenção... nem sempre bem feita obviamente.

Agora vou fazer manutenção do meu corpinho, não! não é ginásio é cozinha com ele e um belo lanche  :)

abraço
dUbeni
Monte Estoril
38º 42' 25" N
9º 24' 30" W
"Eu ouço e esqueço, vejo e aprendo, faço e compreendo." provérbio chinês in "Telescópios" de Guilherme de Almeida.

Offline joao marum

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 388
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #5 em: Junho 30, 2011, 01:11:49 am »
Há dias vi um documentário em que diziam que se calhar nós somos uma simulação de computador :P, feita por alguem ( Deus se calhar). Que as partículas constituintes da matéria têm a forma de pixeis e que o universo só existe quando olhamos pra ele, ou algo do género. Quando deixamos de olhar deixa de existir. Infelizmente não lhe pude tomar muita atenção, por isso não me sei explicar melhor  :-\
------------------
João Marum
GOAAA

Offline dUbeni

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 335
  • Karma: +2/-0
    • Ver Perfil
Re: A Desilusão de Deus
« Responder #6 em: Junho 30, 2011, 01:34:43 pm »
Acho que vi esse documentário, e também não prestei atenção a tudo, e acabo por vir aqui escrever o que penso porque o tema era a relação deus e a ciência, eu vi parte desta série de programas apresentados por Morgan Freeman no Discovery Channel, agora estão a passar no Discovery Science, gosto de ver estes documentários.

Há dias vi um documentário em que diziam que se calhar nós somos uma simulação de computador :P, feita por alguem ( Deus se calhar). Que as partículas constituintes da matéria têm a forma de pixeis e que o universo só existe quando olhamos pra ele, ou algo do género. Quando deixamos de olhar deixa de existir. Infelizmente não lhe pude tomar muita atenção, por isso não me sei explicar melhor  :-\

A analogia faz sentido, já que o pixel em termos de imagem é indivisível, mas pode tornar-se infinitamente mais pequeno, o que logo à partida coloca uma questão: até onde é que conseguiremos ver?

Quanto ao só existir quando olhamos para ele acho que é mais uma questão filosófica, um cego "vê" o mundo que o rodeia de um modo completamente diferente, no entanto é o mesmo mundo e não deixa de existir porque ele não o vê como nós.

Imaginemos que no dia em que o Hubble apontou para aquela região do céu e descobriu que havia muito mais galáxias muito mais distantes, e se esse dito alguém tivesse deixado o fundo da fotografia todo negro, quereria dizer que não havia mais nada? não teria piada nenhuma...

Bem! eu olho para tudo como um jogo, a vida é um jogo, quanto mais descobrimos mais há para descobrir, não existe um fim, por isso é que lhe chamamos infinito. Quando olhamos para a diversidade e complexidade dos seres vivos não podemos de deixar de ficar maravilhados com a inteligência que persiste na evolução da natureza. Portanto o melhor que temos a fazer é desfrutar deste jogo o melhor que sabemos, para nos sentirmos satisfeitos. e contentes.

Nós seres humanos temos uma visão binocular com quatro pigmentos visuais, três dos quais para a cor, o camarão Louva-a-deus  ;D tem uma visão triocular e dezasseis tipos de foto receptores doze dos quais destinados à cor e quatro para a luz polarizada, UAU! não faço ideia do que ele vê, mas certamente vê mais do que eu.

http://en.wikipedia.org/wiki/Mantis_shrimp

Conclusão: nós só vemos o que queremos, quantas vezes é que já nos aconteceu estar a olhar para uma coisa que procuramos e não a vemos, estranho não é, mas o ser humano tem destas coisas. Quando ando à procura de faint fuzzies é sempre a mesma coisa, tenho de esperar algum tempo até que o alguém ponha lá os pixeis, porque à primeira vista não está lá nada  ;D ;D ;D

Para mim deus não é uma desilusão nem uma ilusão, pois a energia primordial está em todo o lado e ainda não me desiludiu, e não vai ser o bosão de Higgs que vai resolver esta questão, ele vai ser mais uma dessas partículas que fazem parte de um todo infinitamente pequeno e grande simultâneamente.

Bolas! sinto-me ignorante  :-[

Cumprimentos

dUbeni
Monte Estoril
38º 42' 25" N
9º 24' 30" W
"Eu ouço e esqueço, vejo e aprendo, faço e compreendo." provérbio chinês in "Telescópios" de Guilherme de Almeida.

Tags: