Autor Tópico: Condensação de humidade sobre os telescópios  (Lida 2721 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
Condensação de humidade sobre os telescópios
« em: Novembro 24, 2006, 09:40:14 pm »
Condensação de humidade sobre os telescópios

Trata-se de um problema muito aborrecido e atinge a objectiva dos refractores e dos buscadores; cai sobre as lentres correctoras dos catadióptricos MCT, MNT, SCT, SNT). Em ocasiões drásticas chega a aparecer sobre os espelhos dos telescópios newtonianos.
Como saber se numa dada noite isso é muito ou pouco provável ? Como antecipar? Como se pode prevenir?
.

Toda a informação em

http://www.astrosurf.com/apaa/GA/Artigo_condensacao.pdf

Boas observações e melhores protecções.
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guilherme de Almeida »


Guilherme de Almeida

Offline joao marum

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 388
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Novembro 24, 2006, 10:04:11 pm »
Ora aí está uma coisa que me enerva. Agora com o inverno aí a chegar é sempre a mesma coisa. O secundário do meu dob nunca escapa naquelas noites frias e humidas. Só um pára luz de alcatifa ajuda. O primário, se fôr daquelas noites longas de observação, também acaba por ficar a escorrer água. O buscador, mesmo com o pára luz, às tantas, está inutilizável. As oculares, então, nem sem fala. A unica coisa que acabo por fazer é ter a pêra se sopro na mão para ir soprando as oculares enquanto observo. Resulta, mas tipo de minuto a minuto, lá tenho de andar a soprar. Sempre que a minha cara se aproxima da ocular fria, lá condensa outra vez. A melhor solução ( e a mais cara) é mesmo aquelas fitas aquecedoras. Só ainda não investi numas, porque alem do preço, sou daqueles observadores minimalistas, querendo apenas usar no campo o minimo possivel, sem andar com fios e baterias atrás.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por joao marum »
------------------
João Marum
GOAAA

Offline Vitor AD

  • Mensagens: 29
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #2 em: Novembro 24, 2006, 10:26:30 pm »
Vê! E não fiquem achando que isto não acontece na minha praia. Estava um dia fotografando nem me lembro o que no inverno... estou a 08 graus do equador, entao por aqui só tenho duas estações: calor e chuva :D , quando percebi na tela do lap que a imagem das estrelas se degradavam... Que é que é isso me perguntei! Foi só olhar a objetiva do refrator que lá estava a condensação. E os termömetros marcavam 22oC!

Abraços.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Vitor AD »
Vitor
http://vitord70.multiply.com
Dob 270 mm F/5
Orion Astroview 150 mm F/5 Newt
EQ3 convertida para guiagem
Refrator Jaegers 80 mm F/4.88  (homemade)
SPC900NC SC-1.5 + Meade LPI
Tasco: Bino 50x10 + Refrator 60mm F/13.33

Offline Vitor AD

  • Mensagens: 29
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #3 em: Novembro 24, 2006, 10:39:44 pm »
Citação de: "joao marum"
A melhor solução ( e a mais cara) é mesmo aquelas fitas aquecedoras. Só ainda não investi numas, porque alem do preço, sou daqueles observadores minimalistas, querendo apenas usar no campo o minimo possivel, sem andar com fios e baterias atrás.


Desculpa a ignorância mas "fitas aquecedoras"? O que é isto? Tens um exemplo?

Abraços.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Vitor AD »
Vitor
http://vitord70.multiply.com
Dob 270 mm F/5
Orion Astroview 150 mm F/5 Newt
EQ3 convertida para guiagem
Refrator Jaegers 80 mm F/4.88  (homemade)
SPC900NC SC-1.5 + Meade LPI
Tasco: Bino 50x10 + Refrator 60mm F/13.33

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #4 em: Novembro 24, 2006, 10:46:16 pm »
Citação de: "Vitor AD"
Citação de: "joao marum"
A melhor solução ( e a mais cara) é mesmo aquelas fitas aquecedoras. Só ainda não investi numas, porque alem do preço, sou daqueles observadores minimalistas, querendo apenas usar no campo o minimo possivel, sem andar com fios e baterias atrás.

Desculpa a ignorância mas "fitas aquecedoras"? O que é isto? Tens um exemplo?

Abraços.

No link do PDF que o Guilherme referiu, na figura 2, está lá a fita (7).
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #5 em: Novembro 24, 2006, 11:14:17 pm »
Citação de: "joao marum"
Ora aí está uma coisa que me enerva. Agora com o inverno aí a chegar é sempre a mesma coisa. O secundário do meu dob nunca escapa naquelas noites frias e humidas. Só um pára luz de alcatifa ajuda. O primário, se fôr daquelas noites longas de observação, também acaba por ficar a escorrer água. O buscador, mesmo com o pára luz, às tantas, está inutilizável. As oculares, então, nem sem fala. A unica coisa que acabo por fazer é ter a pêra se sopro na mão para ir soprando as oculares enquanto observo. Resulta, mas tipo de minuto a minuto, lá tenho de andar a soprar. Sempre que a minha cara se aproxima da ocular fria, lá condensa outra vez. A melhor solução ( e a mais cara) é mesmo aquelas fitas aquecedoras. Só ainda não investi numas, porque alem do preço, sou daqueles observadores minimalistas, querendo apenas usar no campo o minimo possivel, sem andar com fios e bateriasatrás.


Olá,
Bom, mas com um termómetro e um higrómetro (instrumentos fáceis de obter e de custo reduzido) é possível prever se, numa dada noite, a condensação vai ser muito ou pouco provável de ocorrer.
.
http://www.astrosurf.com/apaa/GA/Artigo_condensacao.pdf
Já leram mesmo o meu artigo ?

Guilherme de Almeida
« Última modificação: Novembro 24, 2006, 11:22:49 pm por Guilherme de Almeida »
Guilherme de Almeida

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #6 em: Novembro 24, 2006, 11:17:45 pm »
Abraços.[/quote]
No link do PDF que o Guilherme referiu, na figura 2, está lá a fita (7).[/quote]

Olá,
Bom, então creio que gostaram mesmo daquele meu artigo!
Boas observações
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Novembro 24, 2006, 11:23:33 pm por Guilherme de Almeida »
Guilherme de Almeida

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #7 em: Novembro 24, 2006, 11:21:51 pm »
Citação de: "Vitor AD"
Vê! E não fiquem achando que isto não acontece na minha praia. Estava um dia fotografando nem me lembro o que no inverno... estou a 08 graus do equador, entao por aqui só tenho duas estações: calor e chuva :D , quando percebi na tela do lap que a imagem das estrelas se degradavam... Que é que é isso me perguntei! Foi só olhar a objetiva do refrator que lá estava a condensação. E os termömetros marcavam 22oC!

Abraços.


Olá, Vitor AD
Se for ler o meu artigo, verá que o facto de estar uma temperatura agradável não implica que não ocorra condensação.
É da combinação temperatura e humidade relativa que se pode deduzir se a condensação será muito provável, pouco provável ou praticamente impossível. Veja o artigo, consulte dos dados e veja os exemlos de cálculo que lá apresento.

Boas observações
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guilherme de Almeida »
Guilherme de Almeida

Offline Vitor AD

  • Mensagens: 29
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #8 em: Novembro 25, 2006, 01:21:03 am »
Citação de: "Guilherme de Almeida"
Citação de: "Vitor AD"
Vê! E não fiquem achando que isto não acontece na minha praia. Estava um dia fotografando nem me lembro o que no inverno... estou a 08 graus do equador, entao por aqui só tenho duas estações: calor e chuva :D , quando percebi na tela do lap que a imagem das estrelas se degradavam... Que é que é isso me perguntei! Foi só olhar a objetiva do refrator que lá estava a condensação. E os termömetros marcavam 22oC!

Abraços.

Olá, Vitor AD
Se for ler o meu artigo, verá que o facto de estar uma temperatura agradável não implica que não ocorra condensação.
É da combinação temperatura e humidade relativa que se pode deduzir se a condensação será muito provável, pouco provável ou praticamente impossível. Veja o artigo, consulte dos dados e veja os exemlos de cálculo que lá apresento.

Boas observações
Guilherme de Almeida


Não Guilherme, não me entendas mal :D Na verdade quis aludir a falsa impressão que às vezes se têm que uma temperatura mais amena ou até mesmo um dia quente não implicará na condensação pela queda da temperaratura noturna na superficíe ótica abaixo do ponto de orvalho nas condições adequadas. O seu artigo está bastante correto e tomei a liberdade de expor o link em outro forúm sobre o mesmo assunto.

Grande abraço.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Vitor AD »
Vitor
http://vitord70.multiply.com
Dob 270 mm F/5
Orion Astroview 150 mm F/5 Newt
EQ3 convertida para guiagem
Refrator Jaegers 80 mm F/4.88  (homemade)
SPC900NC SC-1.5 + Meade LPI
Tasco: Bino 50x10 + Refrator 60mm F/13.33

Offline Vitor AD

  • Mensagens: 29
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #9 em: Novembro 25, 2006, 01:30:08 am »
Citação de: "Fil"
Citação de: "Vitor AD"
Citação de: "joao marum"
A melhor solução ( e a mais cara) é mesmo aquelas fitas aquecedoras. Só ainda não investi numas, porque alem do preço, sou daqueles observadores minimalistas, querendo apenas usar no campo o minimo possivel, sem andar com fios e baterias atrás.

Desculpa a ignorância mas "fitas aquecedoras"? O que é isto? Tens um exemplo?

Abraços.
No link do PDF que o Guilherme referiu, na figura 2, está lá a fita (7).


Ah, desculpe  :oops: . Havia associado a fita com algum outro equipamento inovador que não necessitasse de energia externa elétrica (sei lá... alguma invenção química :shock: ) e não como um acessório do dew heater em si.

Grande abraço.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Vitor AD »
Vitor
http://vitord70.multiply.com
Dob 270 mm F/5
Orion Astroview 150 mm F/5 Newt
EQ3 convertida para guiagem
Refrator Jaegers 80 mm F/4.88  (homemade)
SPC900NC SC-1.5 + Meade LPI
Tasco: Bino 50x10 + Refrator 60mm F/13.33

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #10 em: Novembro 25, 2006, 09:52:02 am »
Citação de: "Vitor AD"
Ah, desculpe  :oops: . Havia associado a fita com algum outro equipamento inovador que não necessitasse de energia externa elétrica (sei lá... alguma invenção química :shock: ) e não como um acessório do dew heater em si.

Grande abraço.
Não tem qualquer problema! Mas por acaso uma abordagem química seria interessante.. O problema, do pouco que conheço, é que não é coisa que seja facilmente reutilizável.. Mas era uma boa se houvesse acumuladores térmicos para o quente, como há para o frio. Assim punham-se as fitas no forno micro-ondas antes de sair de casa, e levava-se meia dúzia dentro de um termus para durar a noite toda :)
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #11 em: Novembro 25, 2006, 09:55:28 am »
Citação de: "Guilherme de Almeida"
Citação de: "fil"
No link do PDF que o Guilherme referiu, na figura 2, está lá a fita (7).

Olá,
Bom, então creio que gostaram mesmo daquele meu artigo!
Boas observações
Guilherme de Almeida
Eu gostei.. Fiquei a saber melhor qual era a relação entre a temperatura ambiente a H.R. e a condensação.. Inicialmente pensava que seria uma coisa muito complicada que também metesse pressão atmosférica ao barulho (ou pelo menos que a pressão atmosférica tivesse uma influência mais forte), mas afinal até é coisa simples!
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Offline xumaxer

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1217
  • Karma: +1/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #12 em: Novembro 25, 2006, 11:51:46 am »
Como sempre, o nosso amigo Guilherme dá-nos informações preciosas e nem sempre complexas (como é o caso das matemáticas e físicas, acessíveis a uns quantos apenas).

Se ainda não o fizeram, aconselho vivamente a adquirirem o seu livro "TELESCÓPIOS" da Plátano Editora. Vão ver que vale a pena e têm lá muita informação importante e prática.

Já agora, porque não pedirmos ao Guilherme para vir aqui a Leiria, fazer uma pequena palestra/observação sobre aspectos vários que possam interessar a todos?
Deixo aqui o repto.

Cumps  :wink:
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por xumaxer »
Cumps ;)

JC
xumaxer
_____________________
"Nunca vi tão bem; a noite é bela; o meu telescópio é o melhor do mundo" William Herschel in Telescópios (2004)

http://myskyatnight.

Offline Vitor AD

  • Mensagens: 29
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #13 em: Novembro 25, 2006, 02:48:01 pm »
Citação de: "xumaxer"
Como sempre, o nosso amigo Guilherme dá-nos informações preciosas e nem sempre complexas (como é o caso das matemáticas e físicas, acessíveis a uns quantos apenas).

Se ainda não o fizeram, aconselho vivamente a adquirirem o seu livro "TELESCÓPIOS" da Plátano Editora. Vão ver que vale a pena e têm lá muita informação importante e prática.

Já agora, porque não pedirmos ao Guilherme para vir aqui a Leiria, fazer uma pequena palestra/observação sobre aspectos vários que possam interessar a todos?
Deixo aqui o repto.

Cumps  :wink:


Sim, de fato. Apesar de que não poderia vos acompanhar neste momento, nem que fosse nadando :cry: mas já de algum tempo tenho lido alguns materiais do Guilherme dispostos na net... sempre ótimas referências em nossa lingua, mas aí me pergunto se o Gulherme poderia nos informar se este livro foi disponibilizado por alguma editora no Brasil. Falo isto pois às vezes estamos a querer indicar alguma boa bibliografia a quem esta a iniciar em português ou mesmo para aqueles amadores já em um nível mais aprofundado e quanto mais material, melhor, sem ter que comprar necessariamente no outro lado do Atläntico.

Grande abraço.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Vitor AD »
Vitor
http://vitord70.multiply.com
Dob 270 mm F/5
Orion Astroview 150 mm F/5 Newt
EQ3 convertida para guiagem
Refrator Jaegers 80 mm F/4.88  (homemade)
SPC900NC SC-1.5 + Meade LPI
Tasco: Bino 50x10 + Refrator 60mm F/13.33

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #14 em: Novembro 25, 2006, 03:43:04 pm »
Citação de: "Vitor AD"
Citação de: "Guilherme de Almeida"
Citação de: "Vitor AD"
Vê! E não fiquem achando que isto não acontece na minha praia. Estava um dia fotografando nem me lembro o que no inverno... estou a 08 graus do equador, entao por aqui só tenho duas estações: calor e chuva :D , quando percebi na tela do lap que a imagem das estrelas se degradavam... Que é que é isso me perguntei! Foi só olhar a objetiva do refrator que lá estava a condensação. E os termömetros marcavam 22oC!

Abraços.

Olá, Vitor AD
Se for ler o meu artigo, verá que o facto de estar uma temperatura agradável não implica que não ocorra condensação. Também o facto de estar frio não significa que, por isso, tenha sempre de haver condensação.
É da combinação temperatura e humidade relativa que se pode deduzir se a condensação será muito provável, pouco provável ou praticamente impossível. Veja o artigo, consulte os dados e veja os exemplos de cálculo que lá apresento.

Boas observações
Guilherme de Almeida

Não Guilherme, não me entendas mal :D Na verdade quis aludir a falsa impressão que às vezes se têm que uma temperatura mais amena ou até mesmo um dia quente não implicará na condensação pela queda da temperaratura noturna na superficíe ótica abaixo do ponto de orvalho nas condições adequadas. O seu artigo está bastante correto e tomei a liberdade de expor o link em outro forúm sobre o mesmo assunto.

Grande abraço.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guilherme de Almeida »
Guilherme de Almeida

Tags: