Sistema Solar > Secção Solar

Magnitude do Sol visto a diferentes distâncias... até longe

(1/1)

Guilherme de Almeida:
O Sol visto de céus alheios

O nosso Sol, visto de  outros lugares do Universo, vai apresentando, como se sabe, menos brlho à medida que  nos afastamos dele. Qual é a sua magnitude visual aparente nessas condições?

Calculei, caso a caso*, a magnitude visual aparente do Sol, visto de vários pontos do Universo.

Visto de..........A magnitude aparente (m) do Sol é ..
Mercúrio ..............–28,8
Vénus.................. –27,4
Terra....................–26,8
Marte...................–25,8
Júpiter ................ –23,2
Saturno............... –21,9
Úrano.................. –20,4
Neptuno ............. –19,4
Plutão................. –18,8
Um ano-luz..........  –2,8
5 a.l. ................... +0,7
10 a.l.  ................. +2,2
100 a.l. ............... +7,2
500 a.l. ..............  +10,7
1000 a.l. ............. +12,2
10 000 a.l. .......... +17,2
100 000 a.l. ........ +22,2
1 000 000 a.l. .....+27,2  

Nota: Os valores da magnitude aparente solar acima de 1000 a.l. pressupõem que não haja absorção da luz por matéria interestelar. Só nesse pressuposto é que são valores correctos. Caso contrário, as correspondentes magnitudes serão um pouco maiores (menos brilho)  
Espero que achem estes números interessantes e que eles dêem uma visão mais ampla do aspecto que o nosso Sol apresenta, quando visto de diferentes distâncias. Isto poderá, também, satisfazer algumas curiosidades dos membros deste interessante Fórum.
*Mais uma vez, o fundamento (e a demonstração) destes cálculos podem ser encontrados nos Temas de Desenvolvimento (TD) do nosso livro "Introdução à Astronomia e às Observações Astronómicas".

Boas observações
Guilherme de Almeida

PauloSantos:
Mt interessante Guilherme :D
Apenas a titulo de curiosidade, reparem q o Sol perde mt pouca magnitude aparente de planeta p planeta e q, mm visto de Plutão, continua a ser um objecto mt brilhante.
Cumps

Fil:
Bom, entenda-se que a diferença de passar de magnitude -26 para magnitude -25, é "só" o dobro da intensidade :P

Engraçado também, é que sabendo a que distância outras estrelas tão bem conhecidas estão, o nosso Sol praticamente não se via lá.. Ou seja, o nosso Sol é mesmo "fraquinho"... Nós que vemos tantas estrelas neste céu, se formos ter com elas vamos deixar de ver o nosso próprio Sol..  :cry:

Guilherme de Almeida:

--- Citação de: "Fil" ---Bom, entenda-se que a diferença de passar de magnitude -26 para magnitude -25, é "só" o dobro da intensidade :P

Engraçado também, é que sabendo a que distância outras estrelas tão bem conhecidas estão, o nosso Sol praticamente não se via lá.. Ou seja, o nosso Sol é mesmo "fraquinho"... Nós que vemos tantas estrelas neste céu, se formos ter com elas vamos deixar de ver o nosso próprio Sol..  :cry:
--- Fim de Citação ---


Nota interessante: De facto, um aumento de brilho da magnitude -26 para -25 significa exactamente 2,512 vezes mais brilho, portanto um aumento para mais do dobro.
O número exacto é, por definição, 2,512, ou seja 100^(1/5) = 100^0,2.

Estes valores têm a sua história e estão relacionados como o seguinte facto:
Um aumento de 5 magnitudes, por exemplo  de m=1 para m'=6 , ou seja
(m'- m=5) determina uma redução de fluxo luminoso de 100 vezes;

ou, se quisermos ver de outro modo, uma redução de 5 magnitudes, por exemplo de m''=7 para   m'''=2 determina um aumento do 100 vezes no fluxo luminoso que chega à Terra, vindo dessas estrelas.

Guilherme de Almeida

pety:
nosso sol é uma exceção rara porque geralmente há estrelas com 2 ou mais parceiras se eu não me engano nós temos muita sorte viu nossa vida se desenvolveu no lugar perfeito

Navegação

[0] Índice de mensagens

Ir para versão completa